©2018 by Guilherme Guimarães Advogados Associados. Proudly created with Wix.com

Hackers invadem sistema do SUS e colocam em risco a saúde dos pacientes

October 11, 2018

 

 

O Cadastro Nacional de Usuários do Sistema Único de Saúde (CADSUS) vem sendo alvo da ação de hackers que acessam o sistema e alteram os dados pessoais dos usuários. Informações como nome dos pacientes, de seus familiares e até a inclusão de data de óbito são algumas das mudanças feitas pelos criminosos virtuais, que ainda roubam os dados existentes no cadastro, como telefones, endereço, RG e CPF. A denúncia foi feita pelo site Tecmundo nesta quinta-feira (11).

 

O CADSUS é um dos maiores e mais ricos bancos de dados brasileiros, porque concentra informações de praticamente toda a população brasileira. Prontuários médicos, relação de vacinas, medicamentos, procedimentos realizados, entre outras informações são disponibilizadas nessa plataforma do Sistema Único de Saúde (SUS). Essas informações são repassadas por órgãos e serviços de saúde de todos os municípios e estados brasileiros.

 

Caso algum usuário tenha suas informações alteradas, outros problemas podem surgir. É o caso de pacientes que dependem de medicamentos de uso contínuo fornecidos pelo Ministério da Saúde ou mesmo cirurgias e procedimentos agendados. Caso os dados tenham sido alterados, o usuário não consegue ter acesso ao remédio ou realizar tais procedimentos. Outras situações possíveis são a interrupção de benefícios oriundos de programas sociais.

 

Essa não é a primeira vez que o CADSUS é alvo da ação de hackers. O advogado Guilherme Guimarães, especialista em Direito Digital e Segurança da Informação, destaca que se a Lei de Proteção de Dados Pessoais já estivesse em vigor, sancionada em agosto pela Presidência da República, o CADSUS estaria sujeito às penalidades da lei devido à fragilidade na proteção dos dados dos usuários, como a multa de até R$ 50 milhões por infração. A Lei 13.709/2018 - Lei de Proteção de Dados - entrará em vigor no início de 2020. 

 

 

Leia também:



A área da Saúde e a Lei de Proteção de Dados

 


Informações médicas são consideradas “dados sensíveis” na Lei de Proteção de Dados



O impacto do “Dr. Google” e outras ferramentas tecnológicas na saúde dos pacientes

 

Please reload

Our Recent Posts

LGPD é tema de entrevista na TV Assembleia

November 14, 2019

O ciúme em tempos de internet

November 14, 2019

WhatsApp ganha novas funcionalidades

November 7, 2019

1/1
Please reload

Tags